Estudo de caso

Uma iniciativa de energia solar comunitária inédita

Ao disponibilizar vários telhados para um único locatário comercial, a Brookfield Properties possibilitou a criação de uma matriz solar que reduzisse custos de eletricidade para residentes de casas econômicas.

A Brookfield Properties está engajada em um projeto de energia solar inovador e único em parceria com a Nixon Peabody, locatário comercial em Washington, DC. A lei Community Renewable Energy Act, aprovada em 2013, permite que produtores de energia solar direcionem os créditos de energia associados à produção de energia solar para outros contribuintes. Agora, três telhados se tornaram os primeiros pontos comerciais no centro da cidade a produzir energia solar com essa finalidade.

Em 2014, o direito de uso do telhado no endereço Ninth Street, 799, pelo locatário para energia solar foi negociado no aluguel. Porém, à medida que a Nixon Peabody avançava no planejamento e no financiamento complexos da infraestrutura de energia solar (um desafio que havia impedido a maioria dos prédios de instalar a energia solar), ficava claro que seria necessário mais de um telhado. A Brookfield Properties trabalhou com o locatário para encontrar e alocar espaço adicional em mais dois prédios no centro da cidade, o que permitiu que o projeto avançasse.

A matriz solar entrou em atividade em dezembro de 2016 e mais de 60 unidades habitacionais econômicas na região sudeste de Washington devem conseguir aproximadamente US$ 20 por mês de economia nas contas de energia elétrica como resultado direto dos painéis da Brookfield/Nixon Peabody.